Por que Kemet é tão importante para a espiritualidade da diáspora africana?

Conteúdo exclusivo para assinantes Afrokut Tenha acesso completo a todo conteúdo do Afrokut e ganhe Mimos Especiais! Além dos artigos originais do Afrokut, os assinantes terão acesso aos artigos inéditos, livros digitais, textos acadêmicos, infográficos entre outras novidades, como os “Mimos Especiais“. Você vai ganhar diversos Mimos: Sim, é isso mesmo que você leu! Os assinantes Leia mais… »

O que são os Xamãs Keméticos?

Os  Xamãs Keméticos são geralmente indivíduos que usam a filosofia kemética como o núcleo de sua tradição espiritual e a combinam com influências de outros caminhos espirituais (geralmente crenças e práticas africanas tradicionais) porque Kemet é reconhecido como o berço da espiritualidade tradicional africana. Leia mais… »

O que é Kamta?

Kamta, que literalmente significa “as terras negras”, se referem fisicamente à região sul do Kemet (Egito Antigo), cujo solo foi coberto com lodo preto fértil após a inundação do rio Nilo. Do ponto de vista kemético, a cor preta não significa negatividade e mal. Segundo os antigos sábios keméticos, falando alquimicamente e metafisicamente, o termo “preto” era usado para se referir ao que está oculto, um mistério, misterioso, invisível, regenerativo, ilimitado, renascimento, escuridão, local de origem original, etc.  Leia mais… »

O legado da Yoga Kemética

No Yoga Kemética, os ensinamentos espirituais do Kemet assumem uma luz inteiramente nova e, à medida que os ensinamentos são estudados da perspectiva do Yoga, torna-se evidente que a Filosofia Mística do Yoga foi aplicada pela primeira vez na África antiga e mais tarde surgiu na Índia, e de lá se  espalhou por todo mundo. Leia mais… »

11 maneiras esmagadora que mostram que os antigos povos da Kemet eram negros africanos

O doutor professor Asa Hilliard, importante egiptólogo, fala na palestra sobre as “Chaves Mestras”  da antiga Kemet, que agora é conhecida como Egito, de onze maneiras esmagadora que mostram que os antigos povos da Kemet eram negros africanos (resolvidos sob a supervisão da UNESCO). Leia mais… »

9 Chaves Mestras para compreender Kemet Antigo 

O dualismo na interpretação filosófica ou culturalmente é um fenômeno ocidental. (Exemplo, Kierkegaard: Ou isso ou aquilo). O padre era um cientista. Nenhuma separação entre uma pessoa que busca a verdade através de um meio e uma pessoa que busca através de outro. Nenhuma divisão entre ciência e religião, o sagrado e o secular. Leia mais… »

História ocidental sem os kemitas

Conhecemos grande parte dessa cultura – graças à miríade de documentos deixados pelos kemitas e nossa capacidade de traduzi-los usando a Pedra de Roseta – incluindo os grandes estudiosos gregos estudando nas universidades do templo. De sua parte, os gregos nunca tentaram se esconder onde aprenderam sobre matemática, astronomia e arquitetura. Leia mais… »

Os gregos aprenderam com os kemitas?

Em Kemet, Hipócrates, o “pai da medicina”, aprendeu sobre as doenças das explorações anteriores de Imhotep, que estabeleceu a medicina diagnóstica 2.500 anos antes. Este homem do renascimento primitivo – sacerdote, astrônomo e médico – foi descrito como “a primeira figura de um médico a se destacar claramente nas névoas da antiguidade” pelo desbravador médico britânico William Osler [fonte: Osler ]. Leia mais… »

Os antigos gregos tiraram suas idéias dos africanos?

De 1900 a 1100 aC, uma grande civilização reinou sobre o que hoje é a Grécia. Os micênios criaram obras de arte, estabeleceram comércio com outras nações e viveram em grandes cidades. E então, de repente, misteriosamente, a cultura micênica entrou em colapso. A Grécia caiu na escuridão. Leia mais… »

Infográfico – 7 Princípios Universais do Kemet

Conteúdo exclusivo para assinantes Afrokut Tenha acesso completo a todo conteúdo do Afrokut e ganhe Mimos Especiais! Além dos artigos originais do Afrokut, os assinantes terão acesso aos artigos inéditos, livros digitais, textos acadêmicos, infográficos entre outras novidades, como os “Mimos Especiais“. Você vai ganhar diversos Mimos: Sim, é isso mesmo que você leu! Os assinantes Leia mais… »

Kemet no Ciclo Sankofa

Do Kemet saíram os preceitos fundamentais que influenciaram as filosofias de todas as nações e povos, por vários milhares de anos. Os ensinamentos keméticos se espalharam por todas as partes da terra: Índia, Pérsia, Caldéia, Média, China, Japão, Assíria. A antiga Grécia e Roma e muitos sábios de países antigos aproveitaram abundantemente dos conhecimentos do Kemet. Leia mais… »

A Ciclo Sankofa

Entrelaçamos aqui o “Princípio do Ciclo” com o “Conceito Sankofa”, formando assim a Ciclo Sankofa que é composta por três eixos, são eles: Kemet, Negritude Quântica, e Afrofuturismo. A Ciclo Sankofa navega no passado em Kemet, no presente em Negritude Quântica, e no futuro em Afrofuturismo. A Ciclo Sankofa está inserido dentro da dimensão do tempo, nesta perspectiva o tempo opera através do Ciclo e da Sankofa. Leia mais… »