Ciência Espiritual Kemética

Nosso proposito é buscar uma compreensão mais profunda da Ciência Espiritual Kemética.  Sankofando o legado de Kemet, preservado em pedra e na linguagem escrita mais antiga da Terra: Mdu Ntchr (hieróglifos); Ouvindo e examinando a história baseado nas tradições orais da cultura Ioruba e kemética como parte da estrutura fundamental da tecnologia e Ciência Espiritual de kemet e Ifá. Sankofando também a Bíblia, as tradições religiosas pré-hinduístas, pré-budista, pré-judaicas, pré-cristãs e pré-islâmicas. Extraindo conhecimentos antigos aos ensinamentos e intenções originais dentro de suas raízes do sistema espiritual Kemético. Tornando-se porta voz da ciência e espiritualidade africana.

O que é Kemet?

Acredita-se que Kemet é sinônimo de Egito antigo, porém, desta forma, ignora-se que a palavra “Egito” é o nome que os antigos gregos deram ao país. Kemet e Egito são duas identidades diferentes. Vejamos nesta série de artigos elaborada pelo Afrokut, um pouco da história de Kemet e o que ela representa hoje para Africanos, a Diáspora Africana e para todo o mundo. Leia mais… »

Kemet e Egito são duas identidades diferentes

Para muitas pessoas, o antigo Kemet é o Egito atual, o estado moderno do Egito, este que possui laços mais estreitos com o mundo islâmico, o qual é visto como parte do “Oriente Médio”. Elas esquecem que, o Egito faz parte do continente africano e que o povo negro africano governou Kemet por milênios, até o Kemet ser afetado por várias invasões: persas em 525 aC e 343 aC; Gregos macedônios que governaram Kemet de 332-30 aC; Romanos, que assumiram o controle de Kemet em 30 aC. Leia mais… »

O nome Kemet e o esforço para embranquecer o Egito Antigo

Para os gregos e romanos antigos, o “Egito” era um país africano, e seus artistas retratavam os “egípcios” como africanos, com pele negra e cabelos encaracolados. Os Keméticos também se viam como negros, nos quadros do Vale dos Reis, documento encontrado na expedição de Napoleão veio ratificar os testemunhos oculares de historiadores, geógrafos e filósofos gregos da antiguidade, Leia mais… »

Kemet um marco na história da civilização humana

Os grandes feitos de Kemet foram legitimamente desenvolvidos por seres humanos, não por alienígenas ou atlantes. Há uma tentativa de Gnósticos e esotéricos de desafricanizar o Kemet por racismo ou por não caber em suas “cabeças evoluídas” que o povo africano é capaz de desenvolver uma civilização avançada. Leia mais… »

A ORIGEM AFRICANA DA CIVILIZAÇÃO – Mito ou Realidade

Em várias ocasiões, Heródoto insiste no caractere Negro dos Egípcios e até mesmo usa isto para demonstrações indiretas. Por exemplo, para provar que as inundações do Nilo não podem ser causadas por neve derretida, ele cita, entre outras razões que ele considera válidas, a seguinte observação:
“É certo que os nativos do país são negros com o calor… Leia mais… »

O Ankh: Origem Africana do Eletromagnetismo

O CARÁTER BÁSICO DA Ciência Africana é a promoção da vida, ao contrário da preocupação Euro-cêntrica com tecnologia destrutiva ou baseada em armas. Devido a esta mentalidade, a visão de que toda ciência tem algumas armas em potencial, os Europeus têm a intenção de suprimir a Ciência do Ankh como uma questão de Segurança Nacional. A sua necessidade de deseducar as crianças Africanas resulta de um medo muito real, de que a memória genética desses gigantes mentais seja despertada. Leia mais… »

A Ciclo Sankofa

Entrelaçamos aqui o “Princípio do Ciclo” com o “Conceito Sankofa”, formando assim a Ciclo Sankofa que é composta por três eixos, são eles: Kemet, Negritude Quântica, e Afrofuturismo. A Ciclo Sankofa navega no passado em Kemet, no presente em Negritude Quântica, e no futuro em Afrofuturismo. A Ciclo Sankofa está inserido dentro da dimensão do tempo, nesta perspectiva o tempo opera através do Ciclo e da Sankofa. Leia mais… »

Kemet no Ciclo Sankofa

Do Kemet saíram os preceitos fundamentais que influenciaram as filosofias de todas as nações e povos, por vários milhares de anos. Os ensinamentos keméticos se espalharam por todas as partes da terra: Índia, Pérsia, Caldéia, Média, China, Japão, Assíria. A antiga Grécia e Roma e muitos sábios de países antigos aproveitaram abundantemente dos conhecimentos do Kemet. Leia mais… »

(Visited 203 times, 1 visits today)