Os Sete Princípios básicos da Ciência Espiritual Kemética

A “Ciência Espiritual Kemética” é um termo moderno, sua definição ainda está em debate, para agrupar os conceitos categorizados e entendimentos praticados e escritos no Antigo Kemet. Para nós, a Ciência Espiritual Kemética, é mais que uma filosofia de vida, é uma identidade baseada no autoconhecimento moldado pela sabedoria e experiência de Kemet. Na cosmovisão da Ciência Espiritual Kemética, a base de todo conhecimento é o autoconhecimento. “Conheça a si mesmo” era um grande mantra em toda a África antiga. Na Ciência Espiritual Kemética, trata-se de você reconhecer sua PRÓPRIA divindade como um aspecto naturalmente conectado de Tudo o que É.

A Ciência Espiritual Kemética se concentra fortemente nas versões micro (ou seja, física / metafísica) e macro (ou seja, astronomia / astrologia), porque eles entendem que são apenas versões ampliadas  e reduzidas de você mesmo. Como o  Princípio da Correspondência: O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. No antigo Kemet, o entendimento é que todo o universo é um ser consciente, que nossa existência é uma parte dele.

Kemet tem a mais antiga e a maior coleção de escritos e artefatos do mundo antigo e moderno. Foi construído através da reunião de antigas civilizações africanas e se tornou o centro e o porto para o resto do mundo ganhar e compartilhar conhecimentos. Originalmente, os egiptólogos interpretaram erroneamente as representações de muitos desses conhecimentos. Um exemplo é a interpretação simbólicas do Neteru ou Netcheru (plural) como a palavra deuses. É por isso que a maioria das pessoas hoje acredita que muitos deuses eram adorados pelos Kemetianos. Essa ideologia era através do prisma de um paradigma que acreditava que os antigos africanos eram muito ignorantes para ter uma ciência elevada além de nossa ciência nos tempos modernos. Mas nós sabemos que os africanos sempre foram monoteístas e o Netcheru (plural) não eram deuses, mas princípios universais ou Leis. Em nossa linguagem atualizada, são “leis universais” que permeiam a natureza e podemos agir conscientemente sobre eles. Os vários “deuses mal interpretados” da Ciência Espiritual Kemética nunca foram “deuses”, mas representam várias funções do Deus Único. Os Netcheru não são deuses diferentes, mas funções diferentes dentro de Deus.

Na Ciência Espiritual Kemética, há Sete Princípios básicos na vida que foram escritos no Antigo Kemet, para todas as pessoas,  por Tehuti (Djehuty), um ser de alta frequência que viajou pelo globo compartilhando conhecimento universal e elevou a consciência dos homens após um grande dilúvio. E então deixou a Tábua de Esmeralda com os antigos escribas keméticos. Os antigos escritos keméticos afirma que Tehuti e seu conhecimento levaram à construção de antigas pirâmides e estruturas em todo o globo. Explicando as semelhanças de construção, arquitetura, alinhamento. É assim que os antigos, sem tecnologia moderna, tinham conhecimento avançado do cosmos, química, arquitetura, eletricidade, física, natureza e muito mais .

Essas informações adotaram muitos títulos ao longo dos milênios, neste sentido  Tehuti, tornou-se conhecido como Thoth no grego antigo, combinado com o deus da lua, mercúrio, e tornou-se Hermes na cultura romana. Thoth, dando a compreensão dos Princípios Universais ficou conhecido como o “contador das estrelas”, “escribas dos Netcheru”, “possuidor do conhecimento”, “medidor da terra”, “Registrador das almas” e muito mais. Como podemos imaginar, muitos dos entendimentos originais foram perdidos e também muitas histórias e crenças adicionadas, especialmente nos dias modernos.

As Tábuas de Esmeralda incluem menções de:

  • Navios voadores,

  • Uma grande inundação,

  • Transferindo consciência através dos corpos,

  • As grandes pirâmides de Gizé, em nossa lua e em Marte,

  • Viagem ao espaço,

  • Observando outras civilizações de planetas,

  • Seres de alta frequência.

Tehuti/Thoth ou Hermes Trismegistus como os gregos em 332 AEC o chamavam; revelou 7 Princípios dos quais todo o Universo e tudo nele funciona. O cerne de todas as teses de compreensão antiga avançada são as  Leis Universais. Acredita-se que a compreensão desses 7 Princípios desbloqueia a própria criação. Afrokut, vai postar os 7 Princípios Keméticos para sua leitura. Nas próximas semanas, exploraremos cada um separadamente.

As Leis Universais, são os entendimentos que levam a todos os outros entendimentos.

1) O Princípio do Mentalismo (Tudo é Mente)

2) O Princípio da Correspondência

3) O Princípio da Vibração

4) O Princípio da Polaridade

5) O Princípio do Ritmo

6) O Princípio da Causalidade

7) O Princípio do Gênero

Imagem: Tehuti representado com a cabeça de um íbis, ave semelhante às garças ou cegonhas e a Tábua de Esmeralda.

Do Afrokut

(Visited 77 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *